Localização História Estatística Política Cultura Variedade Vistas Personalidades Solidariedade Procurar Créditos Home

QUATA - A BANDA MARCIAL JORGINHO

Associação Cultural "Jorge Alexandre Queiroz" - Jorginho de Quatá

Em Dezembro de 1983, através do Decreto n. 819 , no governo do prefeito Toneu Antônio Reis Caroni Nucci foi criada em Quatá a Banda Marcial Municipal "Jorginho", um dos mais importantes atos culturais da cidade. Sua denominação é uma homenagem ao jovem Jorge Alexandre Queiroz, ícone da cultura musical em Quatá, que nos deixou muito cedo.

Na foto abaixo, a Gracinha, Maria das Graças Araújo, a queridinha da Banda do Jorginho, que muito se destacou ganhando inúmeros prêmios devido sua dedicação e o esforço da profa. Cleuza Faria que a treinava.

 

A Banda , com o propósito de divulgar a cultura Quataense através da música, participava de apresentações diversas e em concursos oficiais, sempre com excelente performance , deixando os quataenses cheios de orgulho.

Mas isto não se conseguiu de um dia para o outro. Na época residente em Bauru, o Maestro Gilson Roberto Gonçalves Pinto foi convidado pelo prefeito da época, e no final de 1984 transferiu-se para Quatá , onde reside atualmente, e nesta época começou seu valoroso trabalho na formação de músicos e coordenação musical da Banda.

Com aulas e ensaios de Segunda a Sexta-feira , auxiliado por seu contra-

mestre, Luiz Américo Bigeschi, o maestro Gilson não media esforços em deixar a Banda sempre "afiada" e afinada.

Tamanha dedicação não poderia dar em outra: A Banda Marcial de Quatá foi um sucesso e campeã por onde ela passava.

O maestro Gilson também dividia sua coordenação com outras bandas das cidades vizinhas, malabarismo que era obrigado a fazer para compor sua renda, problema que sabemos que não é de só de Quatá, mas da Cultura no Brasil. Foi maestro também das Bandas de Maracaí, Ourinhos, Rancharia, Oswaldo Cruz, Cruzália e outras.

Com sede em um anexo à Quadra de Esporte no Quatá Futebol Clube, tinha como presidente o sr. Renato José Zanichelli, nossa Banda começou a passar por outros desafios, o econômico, que muitas vezes a impedia da participação de eventos e concursos importantes . Despesas de estadia, transporte, uniformes, instrumentos musicais e até a infra estrutura da Banda eram barreiras que seu presidente lutava para quebrar buscando parcerias de companhias que pudessem utilizar a leis de incentivo a cultura para o patrocínio de nossa Banda.
Em 1999 Quatá rebeu a visita do ilustre quataense, o Ministro da Cultura, Francisco Weffort que prometeu até ajuda econômica para nossa Banda. 

Com mais de 80 títulos conseguidos , veja agora as principais premiações recebidas por nossa Banda e seus respectivos troféus:

  • Campeã Geral do II Concurso de Bandas Marciais e Fanfarras realizado em Assis-SP em Novembro de 1984
  • 6o lugar no VII Concurso Nacional de Bandas Marciais e Fanfarras realizado em Guaíra-SP em Agosto de 1985
  • 2o lugar na categoria infanto-juvenil no III Concurso de Bandas Marciais e Fanfarras realizado em Itaquaquecetuba-SP em Agosto de 1985
  • 2o lugar na categoria infanto-juvenil no II Concurso de Bandas Marciais e Fanfarras "Rainha do Café, realizado na cidade de Rolândia-PR em Setembro de 1985
  • 2o lugar na categoria juvenil no II Concurso de Bandas Marciais e Fanfarras "Rainha do Café, realizado na cidade de Rolândia-PR em Setembro de 1985
  • Campeã Geral do III Concurso de Bandas Marciais " Cidade de Itanhaém", realizado na cidade de Itanhaém-SP em Abril de 1986.
  • Campeã na categoria infato-juvenil do IV Concurso de Bandas Marciais , realizado na cidade de Matão-SP, em Agosto de 1986

  • Campeã na categoria infanto-juvenil no IV Concurso de Bandas Marciais e Fanfarras, realizado na cidade de Itaquaquecetuba-SP em Agosto de 1986
  • Campeã infanto-juvenil no I Concurso de Bandas Marciais realizado na cidade de Mogi das Cruzes em Agosto de 1987.
  • Bi-Campeã infanto-juvenil no V Concurso de Bandas Marciais e Fanfarras realizado em Itaquaquecetuba-SP em agosto de 1987
  • 4o Lugar no I Concurso de Bandas Marciais realizado em Bauru-SP em Setembro de 1987
  • 2o Lugar no I Concurso de Bandas Marciais , realizado na cidade de Mandaguari-PR, em Novembro de 1987
  • 4o Lugar no V Concurso Bandas Marciais , Especiais e Fanfarras na cidade de Bragança Paulista em Dezembro de 1987.
  • 1o Lugar no Concurso Nacional de Bandas Marciais e Fanfarras cidade de Osasco-SP
  • 1o Lugar no Concurso Nacional de Bandas Marciais e Fanfarras cidade de Marília-SP em Setembro de 1990.

Além dos concursos, a Banda Marcial Jorginho de Quatá também  se apresentadva em inúmeras cidades do Estado de São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

A única mantenedora da Banda era a Prefeitura. A Banda tinha 120 componentes entre estudantes de música e componentes ativos. Participam 70 elementos , sendo 50 do corpo musical e 20 da linha de frente.

No mandato do prefeito Marcos Perez a Banda Sinfônica infelizmente foi desativada. Simplesmetne acabou.

Banda Marcial Jorginho de Quatá: Orgulho de nossa terra !

 

Participaram desta matéria: Maestro Gilson Gonçalves, Renato Zanichelli, e Rogers Talon.