Localização História Estatística Política Cultura Variedade Vistas Personalidades Solidariedade Procurar Créditos Home

Quata- Banda Marcial Jorginho parte A

Início de tudo

Há pessoas que se esforçam naquilo que fazem, são 5% de talento e 95% de transpiração e devemos respeitá-las por isto; Outras, contudo, são talentosas deste que nascem e invertem o percentual acima , e também devemos respeitá-las por seu especial dom.

Agora , existe aquelas que nascem com 100% de especial dom e como se não bastasse são 100% esforçadas ! Para estas devemos nos curvar , pois são pessoas especiais, são exemplos a serem seguidos. Assim foi Jorginho que tão cedo surgiu para a música e desde então começou a se envolver nos eventos culturais de Quatá como por exemplo a Banda Marcial de Quatá.

Quando a Fanfarra por vários motivos deixou de existir , houve o surgimento de um novo grupo .

A decisão veio após uma inesquecível e belíssima apresentação da fanfarra do Colégio Chiquinho coordenada pelo Wilson Doering Melges, o Ito, na cidade de Oswaldo Cruz.

Após esta apresentação o ITO foi convidado a formar a banda Jorginho.
Tinha no início 60 elementos entre eles Roger (filho do Sr. Guilherme Talon), Sr. Raimundo Jerônimo, Dráusio, Gasolina, Renatão e tantos outros.
Em apenas dois meses a banda estava tocando 20 músicas. A estréia foi num Domingo dia 13 de Junho ao meio-dia. O Ito trabalhou incansavelmente por este ideal. Vale lembrar que não ele não tinha qualquer rendimento para o trabalho realizado, apenas a satisfação de Ter um sonho realizado.

Surgia a Banda Marcial de Quatá.

O último em pé à direita é o Jorginho, que nos encantou com seu talendo musical e nos emociona até hoje por sua tão rápida partida.

Participou desta matéria fornecendo foto: David Constantino, e o fato Wilson Doering , o Ito.