Localização História Estatística Política Cultura Variedade Vistas Personalidades Solidariedade Procurar Créditos Home

 

 


Comendador José Giorgi

 

A história do Comendador José Giorgi se mistura com a história de Quatá e se confunde com a história da Fazenda Santa Lina e é peça fundamental para o desenvolvimento do oeste do Estado de São Paulo.

Considerada a melhor e maior fazenda da Alta Sorocabana, o Comendador José Giorgi foi seu fundador e por muitos anos a família Giorgi foi a sua proprietária.

Veja pouco de sua história.

O Comendador José Giorgi nasceu em 13 de Dezembro de 1866 na cidade de Luca, Itália, e não fugiu à tradição de sua gente aventureira , imigrante e expansionista como também eram os antigos Florentinos. 

No Brasil dedicou-se inicialmente à construções de ferrovias . Em 1890 construiu o trecho da estrada de ferro Sorocabana de Botucatú à Avaré. Mais tarde levaria a mesma de Assis até Presidente Epitácio.  Depois construi vários outros trechos como no Estado do Espírito Santo. 

 Comendador casou-se com Élide Contrucci. Tiveram 6 filhos: José Giorgi Jr, Jorge Francisco Giorgi, Orlando Giorgi, Rodolpho Giorgi, Lina Leuzzi e Dante Giorgi

Em São Paulo podemos citar as principais ferrovias : de Mairinque a Santos, Boituva a Porto Feliz, 400 km entre Salto Grande a Porto Epitácio e outras.

Também se dedicou à outras ousadas realizações tão importante para o desenvolvimento da região Sorocabana . Foi fundador da Empresa de Eletricidade Sul Paulista e a Vale do Paranapanema que forneciam eletricidade para as cidades de Itapetininga, São Miguel, Salto Grande, Rancharia, Maracaí, Tupã, Rinópolis, etc.

Seus feitos não param por aí, foi ainda fundador de várias outras fazendas no Estado de São Paulo.

Veja mais sobre a história da Fazenda Santa Lina clicando aqui!

O Comendador José Giorgi teve grande participação, primeiro na construção da estrada de ferro, depois o plantio de café , algodão e finalmente a cana-de-açúcar tão importante para o desenvolvimento de Quatá. Também participou da implantação do cabo submarino entre Brasil à Europa.

O Comendador José Giorgi morreu em São Paulo aos 70 anos, em 17 de agosto de 1936

 

 

Texto retirado do Álbum histórico de Quatá - Bruno Giovannetti / foto facebook Suzana Giorgi