Localização História Estatística Política Cultura Variedade Vistas Personalidades Solidariedade Procurar Créditos Home

QUATA - VERGONHA - ESTAÇÃO

A retomada da dignidade
O prefeito Marcelo Pecchio em 2007  inicia o processo de recuperação do pátio da Estação da Estrada de Ferro Sorocabana. Tem muito ainda a fazer, mas como pontapé inicial, acertou no alvo ! Começou com um galpão com uma reforma completa, telhado, tudo ! Faltam o galpão gêmeo e a estação em si, além do pátio da estação composto por dois jardins.


Veja mais em sobre as reformas clicando aqui

Veja abaixo a reportagem de 2001

Foto antiga

Quem leu a história de Quatá, no menu História, vai lembrar que o nome da cidade surgiu depois da construção da estação da estrada de ferro, foi ali onde tudo começou, onde chegaram os imigrantes, onde despachávamos nosso café, onde íamos passear para ver o Super Luxo passar. Quantas histórias felizes podemos nos recordar da nossa estação, outras histórias muito tristes também que

tiraram a vida de saudosos amigos. Lembro me quando trem apontava lá em cima , na curva, e o ritual de todo o dia visitar a estação. As casas dos ferroviários, os jardins no pátio da estação todos bem cuidados. Ver a situação atual dói em nossos corações, dói mais quando sabemos que estamos dando as costas para o nosso passado, destruindo nossas pegadas . Várias cidades do interior transformaram suas estações em bem conservados e históricos museus.

Em Quatá a proposta da Acqua é mais ousada ainda, seria a de transformar em centro cultural e museu histórico de Quatá.

Mas para isto é necessário um esforço conjunto de todos, associações, companhias, o povo, a classe política para que isto aconteça. Veja ao lado uma foto de uma das primeiras locomotivas .

Mais uma visão de outra locomotiva dos bons tempos , tempos aqueles que o meio de transporte seguia um caminho certo e de hora marcada. Recente greve dos caminhoneiros abriu espaço para discussões se eles estavam certos ou não, mas para quem enxerga além dos olhos, mostrou o quanto faz falta o transporte eleito mundialmente como um dos mais eficientes e baratos. O trem. Ficamos sabendo que a família Giorgi doou a locomotiva que estava em sua propriedade para Paraguaçu Paulista. Lamentamos muito o fato, é a nossa história se diluindo.

 

Prepare-se agora para ver o estado de nossa velha estação e o descaso e falta de sensibilidade das autoridades. Se nossos governantes não tem dinheiro, deveriam ter pelo menos o poder de fazer campanhas, mutirões, envolver a comunidade e dizer , pelo menos tentei. Mas ainda é tempo, vocês não acham ? Provem sua boa intenção.

Veja o estado lamentável de crianças junto com famílias se alojando dentro de uma das salas da estação, no meio de depredação e falta de higiene.

O asfalto todo destruído, afinal de conta, ninguém passa ali mesmo , não é ?

Isto é como jogar lixo embaixo do tapete.

Pintura também destruída, vidros quebrados, infiltrações, ...

Os tacos são usados como combustíveis para um improvisado fogareiro.

 

 

Quanta tristeza ver isto tudo abandonado, se acabando.

Sorte sua, que está lendo , que tela de computador ainda não interpreta cheiro. Isto que você vê são lixo, fezes, urina....

Nesta foto ao lado você vê aquele armazém onde eram estocados as mercadorias que chegavam. Boa parte do telhado interno, tal qual você vê na foto também não existe.

Uma das casas dos ferroviários, que eram exemplos de conservação e bom trato, olha o que restou !

Em uma reunião realizada em Brasília ( 1999 ) da Acqua , Dr. Marco Antônio, seu presidente, com o apoio e presença do prefeito de Quatá, sr. Marcos Perez junto ao Ministro da Cultura , Francisco Weffort, se pudéssemos resumir esta reunião o resultado foi o seguinte: Me dêem um espaço que nós financiaremos o museu, afirmou o Ministro.

Por outro lado o Prefeito de Quatá - sr. Marcos Perez disse que se empenharia em conseguir a liberação da área e perdoaria as dívidas de impostos atrasados da Fepasa para com a prefeitura. Gostaríamos de ver a placa com o nome do prefeito lá, como mérito de ter conseguido salvar nossa estação e permitir que a Acqua pudesse realizar o projeto , de preservar este marco histórico de Quatá e construir o museu e centro cultural, onde artistas poderiam apresentar seu trabalho, feiras de artesanato, cursos os mais variados, teatro, biblioteca, etc.... que fantástico não ?

 

Contribuiu para esta matéria: Fotos atuais , Acqua - Foto antigas José Gil de Oliveira