Localização História Estatística Política Cultura Variedade Vistas Personalidades Solidariedade Procurar Créditos Home

Chacrinha em Quatá

 

O Cassino do Chacrinha era um programa de televisão que ficou famoso nos anos 70. Um verdadeiro circo na televisão onde o apresentador tinha suas dançarinas, as famosas Chacretes, vestidas de forma sensual . Tinha de tudo, show de calouros, lançamentos de novos cantores , enfim , um programa de palco.

Em 1977, como nos anos anteriores, agora no 3o Colegial, um grupo de estudantes resolveram participar mais uma vez da Semana da Criança. O Colégio Gabriel Monteiro da Silva, hoje chamado de Colégio Chiquinho, tinha alunos do primário até o segundo grau. Escolhemos para isto fazer a imitação do programa do Chacrinha. Não sei se quem se divertiu mais foram as crianças ou nós mesmos. Parecia carnaval, só que de cara limpa  Na foto abaixo , a entrada do show, ao som do fundo musical do Chacrinha ( da esquerda para direita )

Toninho Alencar, Paulinho Nucci, Glaucio Conde, Oncinha ( Mário Sérgio ), Cham (Argemiro Pazianotto Filho), Adauto dos Santos e Amauri de Oliveira Prado.

 


Sentadinha lá na carteira, tudo a esquerda a Verinha Alencar, depois as chacretes Roberto Rodrigues, Adauto dos Santos, o Toninho Alencar, Glaucio Conde, Amauri de Oliveira Prado, Paulinho Nucci e o Cham.

Cantando o Cabeção, irmão mais novo do Rato, filho do Nelson Bitante

Na foto abaixo, na esquerda Regina Prevelato chorando de rir, Oncinha interpretando o Chacrinha agarrando a chacrete Adauto dos Santos, Robertinho Rodrigues rindo da cena, a chacrete Glaucio arrumando o colar , de costas Amauri e Paulinho e com muito charme e peitos tortos o Toninho Alencar

Se não me engano a caloura que está cantando é a filha do sr. Edinho que trabalhava e morava no Colégio. Detalhe para a segunda chacrete o Adautinho dos Santos e suas lindas pernas cambitas !

Como era divertido estudar no Gabriel Monteiro da Silva. Estas iniciativas, atitudes, mesmo 30 anos depois, lembramos com carinho daquele tempo , como se fosse hoje.